Existe uma coisa que une milhões de pessoas, de um lado desempregadas e de outro lado buscando o seu primeiro emprego: a angústia de enviar seus currículos para vagas e não ser chamado.

Talvez seu currículo esteja chegando em todas as mesas, mas os recrutadores tem alguns poucos minutos para olhar e se decidir se continua na mesa ou não. Então é preciso que o seu currículo seja atraente e assertivo o bastante para a empresa e a vaga.

Mas você está cansado de mandar currículo e não ser chamado? Veja estas 5 dicas pra você começar um currículo de qualidade e aumentar suas chances de entrevistas.

1 – Currículo: no máximo duas folhas. Ou menos.

Os recrutadores têm pouco tempo para ler cada currículo – e sabemos que são muitos em todas as vagas. Portanto, é preciso ter uma síntese grande para se retratar em no máximo 1 folha e meia é o ideal se você tiver muita experiência.

Seja resumido nas atribuições de cada experiência, em frases curtas que traduzam o mais importante delas – sem detalhes como sistemas e rotinas diárias. E não reduza a fonte para caber mais em 1 folha e meia – o recrutador ficará cansado no meio da leitura.

Dica da dica: treine a síntese dele antes de começar a (re)enviar. Peça para um amigo avaliar. E se você está buscando o primeiro emprego, uma folha é o suficiente.

2 – Currículo: cuidado com o layout

A não ser que você seja de um setor onde a criatividade é um diferencial no perfil – design ou artes, por exemplo – o melhor é ainda o estilo tradicional, sem bordas, imagens e muitas cores.

Muita atenção com os erros de ortografia e gramática e usando apenas uma fonte, variando levemente no tamanho para destacar os tópicos (objetivos, qualificações, experiência profissional, experiência acadêmica, experiência extracurricular, participação em projetos) e subtópicos.

E nos dados pessoais, colocar apenas nome, cidade, e-mail e telefone de contato. Números de documentos, estado civil, idade e foto não são necessários – exceto se a vaga solicitar.

3 – Currículo: foque seu currículo na sua área de experiência

É comum currículos com vários objetivos profissionais de áreas diferentes. É um erro que pode eliminar logo no início da leitura.

É fundamental focar na área onde se tem a experiência profissional mais relevante e no máximo ampliar para cargos similares no nível hierárquico, mas na mesma área. Variar entre áreas que não tenham similaridade, mesmo tendo experiência em ambas, demonstra falta de foco, um dos principais atributos que os recrutadores buscam nos profissionais hoje em dia.

4 – Currículo: onde menos é mais. E onde é menos mesmo.

Nos cursos extracurriculares, mencione apenas os relevantes para a carreira pretendida. Colocar todos não impressiona e aumenta o tamanho do currículo.

Já na experiência profissional, você deve listar todas. Porém, se sãos muitas, destaque as relevantes para as suas buscas – usando a síntese – e crie um tópicos Outras Experiências com o mínimo de informação: empresa, cargo e período.

Deixar as experiências menos relevantes de fora cria lacunas que podem ser entendidas como começou a trabalhar muito tarde ou ficou desempregado várias vezes.

Se é o seu primeiro emprego, relacione com detalhes a sua formação atual se for uma graduação ou posterior. Se você terminou o ensino médio agora, fique tranquilo: mencione seu histórico com as informações importante. O recrutador entenderá o conteúdo do seu currículo.

5 – Currículo: invista nas empresas e vagas que façam sentido com a sua carreira

Se você tem experiência em bancos, certamente eles, as financeiras e os departamentos financeiros de empresas são o seu foco na procura de emprego.

Candidatar-se a uma vaga de gerente comercial ou de pessoal, neste exemplo, pode transmitir uma falta de direcionamento na sua carreira e queimar o seu currículo em um processo futuro que ela abrir para a sua área.

 

Existem mais dicas interessantes para um currículo de qualidade. Você pode revisar ou criar um novo modelo de currículo, basta acessar modelos de currículos.

 

 

Sou Ana Marcela, e criei o blog em março de 2018, numa época onde ele era apenas um hobby aleatório e eu trabalhava em uma operadora de telemarketing. Ele surgiu com o intuito de suprir minha carência de falar de assuntos femininos em meio a um trabalho nada glamouroso, onde se falava de tudo, menos do que eu mais queria.

Todos os direitos reservados – Baaphonico 2019

meus e-books