Por décadas, o mercado do games foi dominado pelos homens, mesmo tendo personalidades como Carol Shaw, que foi a primeira programadora e designer de games em 1978, e a programadora, em 1982, do inesquecível River Raid. Tudo isso muito antes da grande maioria do público atual de apaixonados por jogos ter nascido.

Ou Roberta Williams, co-fundadora da fundamental produtora de jogos para PC Sierra Entertainment nos anos 80 e desenvolvedora da série King’s Quest.

Poderíamos destacar mais outros belos exemplos de mulheres desbravadoras no mundo dos games nestas décadas.

Felizmente o mercado se abriu e hoje, apesar de ainda longe do ideal, temos muitas mulheres em posição de destaque. Conheça essas mulheres que se destacam no cenário de games online!

Lucy Bradshaw

Uma veterana e desbravadora da indústria de games, Bradshaw é conhecida e admirada em toda a indústria para a sua paixão e dedicação.

É vice-presidente desde 1997 da Electronic Arts, uma das maiores empresas desenvolvedoras de jogos eletrônicos, e supervisionou as famosas séries The Sims, que já vendeu mais de 100 milhões de cópias. Trabalhou com George Lucas na LucasArts Entertainment, supervisionando The Dig, Secret of Monkey Island 2”, e Rebel Assault.

Foi considerada uma das Mulheres Mais Influentes em Tecnologia em 2008.

Jade Raymond

Jade Raymond começou como programadora para a Sony, trabalhou na Electronic Arts como produtora em The Sims Online.

Em 2004 começou a trabalhar para a Ubisoft como produtora de Assassin’s Creed e produtora executiva de alguns dos principais jogos da Ubisoft, como Splinter Cell: Blacklist.

Robin Hunicke

Robin Hunicke começou seu trabalho com a Electronic Arts, onde se tornou designer para The Sims 2: Open for Business. Após isto, foi designer-chefe para MySims no Nintendo Wii e produtora de Boom Blox e Boom Blox: Bash Party. Em maio de 2008, foi escolhida como uma das 20 mulheres de destaque que trabalham na indústria de videogames.

Em 2009, a Microsoft concedeu a ela o Gaming Award for Design e também foi agraciada com o Hot 100 Game Developers.

Jane McGonigal

É game designer de renome mundial, especialista em jogos de realidade alternativa – ou, jogos que são projetados para melhorar a vida real e resolver problemas reais.

McGonigal escreve e fala sobre jogos de realidade alternativa e jogos multiplayer online e atua no Conselho de Administração para Games for Change, e para Serious Games Summit na Game Developers Conference.

Kellee Santiago

Projetista, produtora de games, e co-fundadora e ex-presidente da Thatgamecompany.

Produziu os dois primeiros títulos da desenvolvedora, Flow e Flower, e além de seu trabalho na Thatgamecompany, Santiago apoia o Indie Fund, que investe no desenvolvimento de jogos eletrônicos independentes.

Rihanna Pratchett

É roteirista de games, desenhista e jornalista. Já trabalhou em Tomb Raider, Mirror’s Edge, Prince of Persia e Thief. Pratchett.

Ela tem contribuído para vários livros sobre jogos, como Professional Techniques for Video Game Writing e Game Writing: Narrative Skills for Videogames. Trabalha com vários fóruns para ajudar a melhorar as narrativas dos jogos.

Meggan Scavio

Diretora da Game Developers Conference por vários anos, a maior reunião anual de desenvolvedoras de jogos eletrônicos profissionais, que se foca em aprendizado, inspiração e redes sociais.

Ela é a responsável pelo conteúdo e pela produção do evento, mantendo laços com as comunidades de desenvolvedores e de editores. Ela também é diretora da GDC China, que ela lançou em 2007, Xangai.

Amy Hennig

Amy Hennig é  diretora  e roteirista de games. Ela começou na indústria com a Nintendo Entertainment System e o projeto Michael Jordan: Chaos na Windy City.

Trabalhou para a Crystal Dynamics, na série Legacy of Kain. Com a Naughty Dog, seu trabalho tem sido em duas séries principais: Jak and Daxter e Uncharted.

Ela tem sido considerada uma das mulheres mais influentes na indústria de videogames pela revista Edge, e citada como exemplo de como as mulheres estão se envolvendo em um campo dominado anteriormente masculino.

 

Que tal se aventurar em alguns jogos não tão longos e complexos? Você pode começar na friv que tem uma variedade de jogos online para celular que agrada todos os gostos.

 

 

Sou Ana Marcela, e criei o blog em março de 2018, numa época onde ele era apenas um hobby aleatório e eu trabalhava em uma operadora de telemarketing. Ele surgiu com o intuito de suprir minha carência de falar de assuntos femininos em meio a um trabalho nada glamouroso, onde se falava de tudo, menos do que eu mais queria.

Todos os direitos reservados – Baaphonico 2019

meus e-books