O Empreendedorismo tornou-se ao longo dos anos, um sonho de consumo de milhões de brasileiros, motivado por carreiras estagnadas por falta de motivação ou de perspectivas, ambientes corporativos pouco saudáveis e desemprego ou baixa oferta de empregos.

Para as mulheres, em que pese os grandes avanços no mercado de trabalho, a realidade ainda está longe do ideal. Em dados de 2017 temos:

  • A taxa de desemprego entre as mulheres é de 13,8% enquanto é de 10,6% entre os homens.
  • As mulheres são menos de 40% dos postos de liderança nas empresas.
  • As mulheres ganham em média 47,6% menos que os homens nos cargos de direção e gerência.

No dia a dia, a realidade é ainda mais dura. Muitas empresas ainda discriminam em processos seletivos e nas atividades diárias.

Mulheres empreendem para serem protagonistas

Todo este cenário leva milhões de mulheres a considerar o Empreendedorismo como uma alternativa real de protagonismo no mercado e independência profissional.

Trabalhar em casa com produtos importados, já pensou nesta ideia? Clique aqui para saber mais!

Outro fator que pese muito nesta decisão é a dupla jornada. Empreender pode dar mais liberdade e facilidade para dedicar-se à jornada doméstica.

O home office é fundamental neste ponto. Trabalhar em casa e eliminar do dia a dia as horas perdidas em trânsito, motivam bastante as mulheres. E elas reúnem os principais requisitos para abrir um negócio em home office:

    • Ter uma rotina diária definida: café, sair para o trabalho (espaço escolhido para o trabalho), almoço (sempre fora do espaço) e deixar o trabalho (deixando o espaço).

 

  • Definir horários de trabalho. O home office permite a flexibilidade, porém é importante ir testando aos poucos para não comprometer nem o andamento do trabalho, nem os compromissos pessoais.

 

  • Definir um espaço unicamente de trabalho. É nele que a atividade deve estar concentrada e usado e frequentado exclusivamente para o trabalho. Assim, as demais pessoas se acostumam com a separação de ambientes.

A desistência do trabalho em casa é muito maior entre os homens, e a disciplina para este trabalho é a principal causa.

Como uma mulher pode investir numa bela carreira de empreendedora

São ilimitadas as possibilidades, mas podemos destacar alguns setores.

  1. A área de Serviços Corporativos é uma excelente forma de aplicar o conhecimento profissional em um negócio. Pequenas e médias empresas buscam profissionais autônomos para serviços que podem ser feitos remotamente e não investir em equipes e custos trabalhistas. Entre os profissionais, temos contadoras, jornalistas, advogadas, secretárias).
  2. Os Serviços de Internet são outro nicho promissor. A criação de sites e blogs, a produção de conteúdo para estas páginas, web design e outras funções que podem ser desempenhadas em home office. A gama de serviços é muito grande e o mercado oferece ótimos cursos para se especializar nas estratégias e ferramentas.
  3. Outra área bastante procurada e com muito potencial de crescimento é o Comércio de Produtos Importados. Os itens importados ainda têm muitas vantagens sobre os nacionais – quando existem similares.

Preço final melhor, maior variedade de marcas e fontes, formas mais ágeis e seguras de comprar no exterior e qualidade superior em muitos produtos.

É uma área muito técnica e que exige uma capacitação. Um Curso de Importação de qualidade reconhecida, como o https://academiadosimportadores.com/, é o ideal para dominar todo o processo.

Como podemos ver, são três setores com grandes oportunidades, e apenas algumas das muitas que o mercado hoje oferece, principalmente para trabalhar de casa.

As empresas (clientes) precisam reduzir custos e contar com alguns serviços remotamente sem investir em pessoal e equipamentos.

 

Sou Ana Marcela, e criei o blog em março de 2018, numa época onde ele era apenas um hobby aleatório e eu trabalhava em uma operadora de telemarketing. Ele surgiu com o intuito de suprir minha carência de falar de assuntos femininos em meio a um trabalho nada glamouroso, onde se falava de tudo, menos do que eu mais queria.

Todos os direitos reservados – Baaphonico 2019

meus e-books