À medida que as novas realidades de distanciamento social se instalam, passamos mais tempo na cozinha do que nunca. 

Se essa noção é empolgante, assustadora ou ambas, depende do indivíduo – mas, para muitos, a preocupação com a saúde é a prioridade quando estocamos nossos armários e colocamos (ou melhor, tiramos o pó) do nosso fogão 4 bocas.

Ao recalibrar para essa nova noção de cotidiano, comece se confortando com o fato de que cozinhar é um ato de autocuidado – e até mesmo uma pequena forma de recuperar um senso de controle na época do COVID-19.

Comprar fresco e congelado

Comprar produtos frescos em mercados locais pode ser ideal para vegetais sazonais e carne e peixe fresco, mas não descarte o corredor de alimentos congelados. 

Acho que às vezes as pessoas ignoram todos os alimentos congelados como prejudiciais à saúde, mas vegetais congelados e frutos do mar selvagens são duas ótimas opções. 

Especialmente em uma época como agora, em que o acesso a alimentos frescos pode ser limitado.

Eles são tipicamente tão nutritivos quanto bem como mais conveniente e menos caro.  No que diz respeito ao que estocar no corredor de produtos hortifrutigranjeiros, as folhas verdes escuras são alguns dos alimentos mais ricos em antioxidantes e ricos em nutrientes.

Enquanto os vegetais crucíferos, como brócolis, couve-flor e repolho, são bem conhecidos por apoiar o natural do corpo processos de desintoxicação e menor inflamação.

Prepare sua despensa com sabedoria

Estar preparado será o seu melhor amigo na hora de fazer alimentos saudáveis. Isso não se aplica apenas a ingredientes frescos em sua geladeira. Não há tempo como o presente para ser criativo com opções de prateleira.

Encha a despensa com alimentos básicos secos, como quinoa, lentilha e sementes de chia, que você sempre pode ter à mão para opções de refeições rápidas quando estiver com poucos mantimentos.

Você pode economizar dinheiro comprando em massa online ou em cooperativas. Além de grãos e sementes saudáveis, considere leite de coco e pastas de curry. 

Sempre os tenho à mão para preparar meu jantar favorito de 15 minutos: um curry tailandês vermelho; basta adicionar vegetais e sua proteína de escolha e você terá uma refeição saborosa e satisfatória pronta mais rápido do que a entrega. 

Existem também massas de proteínas e vegetais, que têm um sabor excelente e fornecem mais fibras e proteínas em comparação com as massas tradicionais.

Bem como sardinhas selvagens em frasco ou anchovas que podem fornecer uma fonte de proteína embalada com ômega-3 rápida e conveniente que pode ser adicionada a vários pratos diferentes.

Preste atenção aos óleos

O azeite, que é o mais estudado e com os benefícios para a saúde mais comprovados, é sempre uma boa escolha. 

É anti-inflamatório, rico em antioxidantes e auxilia na saúde cardiovascular e cerebral e aconselho o uso de azeite virgem para cozinhar em fogo baixo, pois tem um ponto de fumaça mais alto do que o azeite virgem extra.

 O óleo de coco, que é rico em triglicerídeos de cadeia média (MCTs), que se acredita apoiar a função cognitiva saudável, é uma opção robusta para cozimento em fogo médio, embora seja mais rico em gordura saturada. 

Para cozinhar em fogo alto, o óleo de abacate, que é carregado com ácido oleico saudável para o coração, tem um ponto de fumaça elevado de 520 graus Fahrenheit.

Sou Ana Marcela, e criei o blog em março de 2018, numa época onde ele era apenas um hobby aleatório e eu trabalhava em uma operadora de telemarketing. Ele surgiu com o intuito de suprir minha carência de falar de assuntos femininos em meio a um trabalho nada glamouroso, onde se falava de tudo, menos do que eu mais queria.

Todos os direitos reservados – Baaphonico 2019

meus e-books